Caravana Agroecológica e Cultural da Região Sul

1425735_555522504533208_1019956007_nNome do território e dos municípios que o integram

Região Sul do Brasil “Dinâmicas de Abastecimento e Construção Social de Mercados”.
Municípios que as rotas passaram: Maquiné/RS, Três Forquilhas/RS, Três Cachoeiras/RS, Erechim/RS, Torres/RS, Praia Grande/SC, Curitibanos/SC. As caravanas se encontraram em Curitiba/PR.

As caravanas passaram por alguns municípios que fazem parte da Rede Ecovida de Agroecologia e do circuito de comercialização. Mas a fazem parte do circuito muitos outros municípios dos três estados do Sul.

1451516_555525114532947_1790114903_nData de realização da Caravana Agroecológica e Cultural

A Caravana da região sul se realizou do dia 18 a 21 de Novembro de 2013.

Organizações que organizaram a caravana

ANA, Rede Ecovida de Agroecologia, MMC e Terra de Direitos

Número de pessoas que participaram da caravana

944767_555521847866607_485308865_nEm todas as atividades da caravana mais de 2000 pessoas se envolveram, municípios que receberam as caravanas e o grande ato público em defesa da agricultura familiar e camponesa, que aconteceu em Curitiba.

Resumo

A Caravana Agroecológica do Sul visou mobilizar as organizações do campo agroecológico em torno do tema “Dinâmicas de Abastecimento e Construção Social de Mercados”.

1452270_555524247866367_1430597691_nA Região Sul conta com uma expressiva produção ecológica e em decorrência disso, vêm sendo construídas diversas estratégias de abastecimento e comercialização: Feiras, Mercado Institucional, Circuito Sul de Comercialização, Cooperativas de comercialização, Cooperativas de Consumidores, Box Agroecológico na Ceasa, Empreendimentos Econômicos Solidários, Agricultura Urbana, Turismo Rural, Lojas Virtuais, entre outras.

A Agroecologia vem desconstruindo a visão de que não é possível comercializar fora do grande varejo concentrador e excludente, de que é utopia pensar em mercados que não sigam a lógica da competição e da exploração. Assim, busca um mercado alternativo para os produtos ecológicos, democratizando o acesso e popularizando o seu consumo, em contraposição à proposta elitista dos nichos de mercado. Vem construindo novas formas de distribuição e circulação da produção da agricultura familiar e camponesa, através de dinâmicas que aproximam os atores sociais do campo e da cidade. Privilegiando as formas diretas e em rede nos mercados locais e regionais, com ênfase na economia solidária, promove o consumo consciente e responsável.

1466078_555524941199631_689091503_nA Caravana Agroecológica do Sul aconteceu num momento em que o PAA vem sofrendo ataques e tentativas de desmoralização, através da chamada Operação Agrofantasma, que busca investigar presumidas irregularidades na operacionalização do PAA no estado do Paraná, resultando na prisão de 10 agricultores e de um funcionário da CONAB do Paraná.
No Brasil o processo intenso de concentração deste setor é alarmante, principalmente após a ascensão neoliberal nos anos 1990, cuja política de abertura para o capital internacional permitiu condições vantajosas para a entrada das grandes redes no país. Assim, o Estado transferiu a responsabilidade do abastecimento alimentar para as mãos de oligopólios globais controlados pelo capital financeiro. Atualmente, três grupos competem pelo domínio do mercado nacional: Carrefour, Wal-Mart e Pão de Açúcar, responsáveis por cerca de 60% do faturamento do segmento. Destas três, apenas uma é de origem brasileira, o Grupo Pão de Açúcar, mas que já possui 50% de seu controle em mãos do Grupo Casino, francês.

Este domínio leva ao controle da distribuição e da influência na relação com o consumidor, afetando diretamente os padrões, normas e procedimentos para os fornecedores de alimentos e matéria prima, gerando exclusão dos segmentos menos estruturados e com produção de menor escala.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*