Caravana Agroecológica e Cultural do Mato Grosso

1395891_546375085447950_759549904_nNome do Território e Municípios que o integram

Território sudoeste de Mato Grosso. Os municípios são: Cáceres e Mirassol Doeste.

Data de realização da Caravana

A Caravana Agroecológica e Cultural do Mato Grosso ocorreu entre os dias 28 de outubro a 01 de novembro de 2013

Organizações que organizaram a Caravana

GIAS (Grupo de Intercâmbio em Agricultura Sustentável de Mato Grosso)

Número de pessoas que participaram: 150 participantes

1382399_546372212114904_1891239105_n

Breve descrição das características mais marcantes das dinâmicas de construção da agroecologia no território

A Caravana foi composta por agricultores familiares, Indígenas mato-grossenses da etnia Negarotê/Nambikwara, agroextrativistas, lideranças de movimentos sociais do campo e organizações da sociedade civil de várias regiões do estado de Mato Grosso. Também estiveram presentes representantes de organizações e agricultores/as familiares do Núcleo de Agroecologia do Cerrado – NACE, Rede Cerrado e da Articulação Nacional de Agroecologia- ANA.

999113_546372368781555_1710543122_n

As experiências agroecológicas visitadas estão em assentamentos da reforma agrária, com média de 12 anos dessas famílias assentadas no local. Está em processo de construção a articulação entre os assentamentos através da criação de associações regionais como:  ARPEP – Associação Regional de produtoras agroextativistas do Pantanal e ARPA – Associação Regional de Produtores Agroecológicos. Esta associação é composta por 04 grupos de mulheres assentadas e de comunidades tradicionais de Cáceres e Mirassol D’ Oeste. Elas fabricam pães, biscoitos, licores, castanhas a partir do extrativismo do Cumbaru, pequi, mesocarpo de babaçu e acessam políticas de comercialização como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), beneficiando 5.000 pessoas entre escolas, creches, APAE, dentre outros.

1390571_546374925447966_1202496960_n

Especificamente no Assentamento Roseli Nunes, há a experiência da Associação Regional dos Produtores Agroecológicos – ARPA, que hoje é uma das principais referências no estado de produção agroecológica e de comercialização da agricultura familiar. Produzem hortaliças, frutas e legumes agroecológicos. Além da comercialização dos alimentos em feiras, a Associação comercializa alimentos para todas as escolas do município de Mirassol D’Oeste através do PAA E PNAE.

482403_546374062114719_1512898909_n

Ainda no Assentamento Roseli Nunes, há a Escola Estadual Madre Cristina considerada modelo de escola do campo, em sua organização com pautas como a da agroecologia, reforma agrária e economia solidária em sua grade curricular. A escola é coordenada pelos próprios assentados e militantes do MST e hoje conta com mais de 400 estudantes.

Todas as experiências são integrantes do GIAS – Grupo de Intercâmbio em Agricultura Sustentável de MT e participam das ações desta rede.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*